Liberdade: um pedacinho de Japão no Brasil

Eu já tinha ido à Liberdade duas vezes. Na primeira, para o show do Miyavi em 2008, eu tinha 17 anos e pouco dinheiro, mal vi o bairro e comi um yakisoba horroroso. Na segunda vez foi só uma passadinha rápida, a caminho do show no Kagrra, no Anime Friends 2009. Mas depois de ter ido ao Japão de verdade em 2011, o gostinho de quero mais foi ficando cada vez mas forte. Como voltar à Tóquio é um pouquinho mais complicado, decidi voltar à Liba para aproveitar direito, e matar um pouquinho a saudade do Japão.

O que tem de bom na Liberdade? Tudo! Principalmente se você curte a cultura japonesa (apesar de China e Coréia também serem presenças fortes no bairro). Aí vai uma listinha básica do que você encontra por lá:

Continuar lendo

Comendo pelo mundo: JOJO

Quando eu fui a Salvador no ano passado, estava planejando visitar a sede do Projeto Tamar, na Praia do Forte. Mas devido ao destino (ou à “maldição Kyoto“) e ao GPS que nos trollou, eu e a Virgínia acabamos parando em Lauro de Freitas. Nem a gente entende muito bem como isso aconteceu, porque um lugar não tem nada a ver com o outro! Mas vale a dica: nunca confiem inteiramente em GPS!

Quando finalmente percebemos que estávamos completamente fora da rota e morrendo de fome, nos deparamos com o JOJO, restaurante de culinária oriental que salvou o nosso dia. Continuar lendo