Passaporte em mãos!

Ontem fui buscar meu passaporte!
Ao segurá-lo, senti que meus sonhos estavam mais palpáveis. Mais ao meu alcance.

Eu pensei: “Por que Deus afinal nos deu braços compridos, senão para esticá-los o máximo que pudermos para alcançar o que queremos?”

Acho que as pessoas hoje em dia não têm muita noção do comprimento dos próprios braços. Não fazem ideia do que podem conquistar se se esforçarem, se forem determinadas, se derem tudo de si.

Eu estou correndo atrás dos meus sonhos, o mais rápido que eu posso.