Seguro Viagem: Como agir na hora do sufoco

A gente nunca espera que o pior aconteça. E, bem, na maioria das vezes não acontece, mas é bom estar prevenido.

Esta é a incrível cof cof história de como eu acabei fazendo “Turismo hospitalar” na Espanha. Durante o planejamento da viagem, eu nem estava considerando contratar um Seguro Viagem. Eu pensei “Ah, é uma viagem curta, não precisa”. Mas por sorte, acabei esbarrando em um blog que comentava que a imigração espanhola estava exigindo Seguro dos turistas. Por via das dúvidas, resolvi contratar e essa foi a minha sorte (ou não). Usei o site Seguro Viagem Ideal, onde você compara preços de várias seguradores e peguei o mais barato que eu achei (em torno de R$ 80 para seis dias de viagem).

O que aconteceu foi o seguinte: pouco antes de viajar, apareceu um troço na minha coxa. Não era nada de mais, parecia um pelinho encravado. Estava doendo, mas eu ignorei e fui viajar assim mesmo. Como lá era inverno, e eu tinha que usar meia e calça, estava colocando um band-aid por cima e acho que nessa de abafar o negócio ele piorou, aumentou e foi virando uma coisa meio medonha. Continuar lendo

Anúncios