Instruções e Dicas para tirar o Visto Americano (Turismo)

Eis que começou a saga de planejamento da minha próxima viagem internacional!

Após hospedar um amigo americano aqui no Rio, ele botou muita pilha para que eu fosse para lá retribuir a visita. A ideia foi meio inesperada, meus planos iniciais na verdade (meio vagos) eram de ir para a Europa com uma amiga no fim do ano, mas acabou que a coisa de ir pros States foi ficando mais forte e o resultado é que já estou com Visto e Passagem em mãos! \o/

A primeira coisa foi o Visto, que me deu muita dor de cabeça, nervosismo, apreensão, estresse… Mas no fim deu tudo certo, e eu resolvi fazer este post para mostrar que tirar o visto americano não precisa ser um bicho de 7 cabeças! Então respire fundo e vamos ao passo a passo.

1) Preencher o DS-160

O primeiro passo é preencher um formulário on-line (bem grandinho) chamado DS-160. Para acessá-lo, clique neste link e selecione, na lista de países, “Brazil” e a cidade com consulado mais próxima de você (Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília ou Recife). Depois é só clicar em START AN APPLICATION.

ds-160

Atenção: O formulário está em inglês, mas caso precise ver a tradução das perguntas basta passar o mouse por cima delas.

Dica: NÃO MINTA no formulário, na entrevista eles vão perceber caso haja divergências entre as suas respostas e o que você declarou no DS-160.

No final, imprima o comprovante de preenchimento do DS.

2) Pagar a taxa e agendar Fotos/Entrevista

Para o Visto de turismo (B1/B2) você vai precisar pagar a singela taxa de USD$ 160. Entre no Site Oficial de Informações de Visto para os Estados Unidos e cadastre-se com o número do seu passaporte. Você escolhe entre as opções Boleto Bancário ou Cartão de Crédito.

Com a taxa paga, você agendará a entrevista neste mesmo site. Mas atenção: você vai precisar agendar duas datas:

1º Data: Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto (CASV), onde eles tirarão sua foto e impressões digitais. (Disponíveis em São Paulo, Rio, Recife, Brasília e Belo Horizonte)

2º Data: Consulado da cidade de sua escolha, onde fará a Entrevista. No meu caso, foi no Rio de Janeiro.

Atenção: Em ambos os lugares, não esqueça de levar seu Passaporte, a Página de Confirmação de Preenchimento do DS-160 e a Página de Confirmação de Agendamento.

3) O dia da Entrevista

Então, o grande dia! Eu confesso que fiquei muito nervosa, principalmente por não ter declaração de renda alta (Sou estudante universitária e estagiária, então pedi ao meu chefe para escrever uma declaração de quanto eu recebia).

O que me deixou um pouco insegura também foi que eles não exigem nenhum documento específico, apenas dizem que você precisa ter em mente o motivo da sua viagem, para explicar, e levar o documento que julgar necessário. Por via das dúvidas eu reuni tudo que pude, até mesmo uma carta convite do meu amigo americano e cópia do passaporte dele (a parte do visto brasileiro, para provar que ele veio até aqui).

DOCUMENTOS QUE PODEM SER ÚTEIS:

  • Comprovante de renda – pode ser dos seus pais, neste caso peça que um deles faça uma declaração simples de que custeará sua viagem;
  • Declaração da faculdade – muito útil pois comprova que você tem um vínculo com o país. Se for federal ou estadual, melhor ainda;
  • Carta convite – caso um amigo americano ou parente que mora lá vá te hospedar. Neste caso, é bom anexar à carta algum documento da pessoa.
  • Carteira de Trabalho – ou algum documento de vínculo empregatício (como estágio, por exemplo);
  • Qualquer outro documento que você julgar necessário. Lembrando que o entrevistador pode pedir vários, ou nenhum deles, tudo vai depender da pessoa e da impressão que você passar nas suas respostas.

Entrei em vários blogs e pedi dicas a amigos que haviam tirado o visto antes. Vou reunir aqui as dicas mais importantes e que me ajudaram bastante:

  • A primeira coisa e mais importante é: FIQUE CALMO. Demonstrar nervosismo não é bom, vá tranquilo com comportamento de quem não tem com que se preocupar (e não tem mesmo!).
  • bem arrumado, mas não exagere na maquiagem ou perfume.
  • Leve seus documentos bem organizados, para não se atrapalhar caso o entrevistador peça algum.
  • Não minta. Não há necessidade e só vai te prejudicar caso o entrevistador perceba.
  • Responda apenas o que foi perguntado, de forma mais simples possível. A entrevista é muito rápida, e se você ficar se preocupando em explicar mil coisas o seu nervosismo pode transparecer.
  • Seja educado, dê “bom dia “ao entrevistador, mas não faça piadinhas nem nada do tipo, por mais que ele(a) seja super simpático(a).
  • Não entregue nenhum documento, a menos que seja solicitado. Caso o entrevistador pareça meio em dúvida sobre alguma das suas respostas, ofereça gentilmente apresentar o documento referente/comprovante.

Eu agendei minha entrevista para o primeiro horário, às 7:30. É importante que você chegue com pelo menos meia hora de antecedência. Cada horário é correspondente a um grupo de pessoas, não a uma única. Você vai sentar numa espécie de auditório até ele encher com as pessoas daquele horário, e então eles te direcionarão para vários guichês, em um deles será a sua entrevista.

Importante: Não é permitido entrar com celular ou aparelhos eletrônicos no Consulado. Tem umas pessoas que cobram, do lado de fora, para guardar para você (guarda-volumes), mas é mais fácil deixar em casa.

Para que você tenha uma ideia melhor de como é a entrevista, vou transcrever abaixo como foi a minha:

ENTREVISTADOR (era um japinha com cara de sério): Bom dia.

EU: Bom dia!

ENTREVISTADOR: Qual o motivo da sua viagem?

EU: Turismo e visita a um amigo.

ENTREVISTADOR: Já foi aos Estados Unidos antes?

EU: Não, mas já fui à Inglaterra e ao Japão. (Uma forma sutil de mostrar que você já viajou ao exterior antes)

ENTREVISTADOR: Que lugares dos E.U.A. você vai visitar?

EU: Califórnia e Arizona.

ENTREVISTADOR: Seu amigo é americano?

EU: Sim. 

ENTREVISTADOR: Como vocês se conheceram?

EU: Inicialmente pela internet, mas ele já veio ao Brasil. Eu tenho os documentos dele aqui, gostaria de ver?

ENTREVISTADOR: Sim.

*Entrego para ele a carta do meu amigo com a cópia do passaporte dele anexada. Coloquei também, marotamente com um clipe, o cartão de visita dele com o selo do Governo do Arizona.*

*Entrevistador olha por um tempo os documentos depois me devolve*

ENTREVISTADOR: O que você faz no Brasil?

EU: Sou estudante universitária e estagiária.

ENTREVISTADOR: Qual universidade e qual curso?

EU: Design na UFRJ.

ENTREVISTADOR: E quem vai pagar a sua viagem?

EU: Eu. *faz a cara mais confiante do mundo*

*Entrevistador me encara com expressão meio incrédula.*

*Pausa dramática*

ENTREVISTADOR: VISTO APROVADO.

Pronto! Foi super rápido e simples, e ele não pediu nem metade dos documentos que eu havia levado.

Depois disso, você recebe seu passaporte no endereço cadastrado no Site Oficial de Informações de Visto para os Estados Unidos sem nenhum custo (esse serviço está restrito a certos endereços, caso o seu não se qualifique, você terá que ir buscá-lo no CASV mais próximo, provavelmente o mesmo em que você foi tirar a foto).

Desejo boa sorte a todos que forem tentar o Visto! Espero ter ajudado pelo menos um pouco. Comentem aqui caso tenham dicas adicionais ou queiram compartilhar a experiência da entrevista.

====================

Com o Visto em mãos, agora é a parte mais divertida: planejar a viagem!

Eu já estou com passagens compradas para o Arizona, com conexão em Nova York (por 4 dias), e uma passadinha por Los Angeles e Las Vegas. Em breve vai rolar aqui no blog uns “diários de pré-viagem”, tenho pesquisado bastante e encontrado muitos sites úteis para compartilhar. Até a próxima!

Anúncios

8 comentários em “Instruções e Dicas para tirar o Visto Americano (Turismo)

  1. Meninas, vou fazer minha primeira viagem internacional agora no meio do ano e queria pedir dicas sobre casas de cambio online para poder trocar por dolar. Eu pesquisei e uma das melhores [preço melhor] é a Levycam e queria saber se vcs poderiam falar sobre a empresa, se é confiavel. Me ajudem!! https://www.levycam.com.br/

  2. Oi Lizie! Tudo bem? Encontrei o seu post ao pesquisar sobre o tão temido tema “visto americano”. Apesar de já ter conseguido o visto americano anteriormente, o J1 para o intercâmbio Work&Travel, estou bem apreensiva dessa vez. Você vivenciou algo muito parecido com a minha situação. Meus planos na verdade nem eram de viajar para EUA e sim Europa, mas há cerca de um ano conheci um rapaz americano através da internet e hoje estamos juntos. Mês passado ele veio me visitar no Brasil. Essa semana encontrei uma passagem com um ótimo preço, e por conta disso, acabei comprando. O meu drama agora é com relação ao visto. Odeio mentir. E depois de ler o seu relato estou considerando contar a verdade, com a exceção de que somos namorados. A minha passagem é para Oklahoma City. Pretendo visitar o Colorado tb. Vou ficar cerca de um mês por lá, por isso se mostrar a passagem tenho que mostrar que vou ficar na casa deles, já que é um bom tempo por lá pra me manter sozinha e não é um lugar exatamente turístico. Mas como já fui pra NY e Miami, posso dizer que quero conhecer essa parte dos EUA agora. Daí ou eu falo que conheço ele ou eu minto e uso por exemplo a mãe ou irmã dele por lá como meu vínculo, alegando que as conheci quando viajei pra lá (mas fui pra outros lugares). A outra opção seria dizer que estou indo pra um lugar turístico como Orlando e não mostrar a passagem. Mas acho que pode dar problema tb quando chegar na alfândega. Acho melhor apresentar tudo, não? Meu medo é alegarem que não tenho vínculos fortes no Brasil. Sou funcionária pública há cerca de um ano, psicóloga. Meu salário é em torno de 2 mil reais porque não faço 40h. Por isso não declaro IR e tb não possuo bens. Tenho apenas dinheiro guardado na poupança. Bom, não sei se vc vai ver esse comentário depois de tanto tempo, mas se puder me ajudar, ficaria muito agradecida. Obrigada por dividir sua experiência. Adorei o seu blog, meu sonho é fazer mochilão por esse mundão 🙂

    • Oi, Liv! Primeiro de tudo não se preocupe, adoro comentários grandes! rs

      Vamos lá, eu acho que você deve dizer a verdade sim. Só de ser funcionária pública acho que é um bom bônus. Quanto à passagem, acho que você nem vai precisar mostrar, eu tirei o meu visto muito antes de comprar a passagem. Mas por exemplo, na entrevista ele perguntou onde eu ia, eu disse apenas “California e Arizona”, mas no fim das contas fui a NY e passei por 4 estados diferentes, então isso não faz muita diferença.

      Talvez seja uma boa pedir uma carta convite do seu namorado, ou alguém da família dele, just in case. Talvez fique menos “estranho” se for uma mulher, tipo a mãe dele. Não sei se ficou implícito, mas eu também tinha um rolo com esse meu amigo americano que citei no post, mas na entrevista, claro, disse que era um amigo. O que não era bem mentira, assim como quanto aos Estados que iria visitar, mas o ponto principal é: não ficar contando muita historinha, ser clara e objetiva nas suas respostas, só fale o necessário. “Pra onde você vai? -Oklahoma. Fazer o que? -Turismo e visitar um(a) amigo(a). Por quanto tempo? -Um mês.” Etc. E se você falar com confiança, eles nem vão pedir comprovante nenhum (eles não viram nenhum contra-cheque meu, mesmo eu dizendo que era estagiária e que ia pagar a viagem sozinha).

      Te desejo muita sorte e que a sua viagem seja incrível! Qualquer dúvida é só gritar. 😉

  3. *Pausa dramática* O entrevistador não falou “visto aprovado” e eu deduzi que tinha conseguido porque ele ficou com o meu passaporte. Claro que passou pela minha cabeça mil vezes que eles tinham retido porque eu to com cara de terrorista na foto!
    Muito utilidade pública, queria ter encontrado esse post antes da minha entrevista 😦

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s