Liberdade: um pedacinho de Japão no Brasil

Eu já tinha ido à Liberdade duas vezes. Na primeira, para o show do Miyavi em 2008, eu tinha 17 anos e pouco dinheiro, mal vi o bairro e comi um yakisoba horroroso. Na segunda vez foi só uma passadinha rápida, a caminho do show no Kagrra, no Anime Friends 2009. Mas depois de ter ido ao Japão de verdade em 2011, o gostinho de quero mais foi ficando cada vez mas forte. Como voltar à Tóquio é um pouquinho mais complicado, decidi voltar à Liba para aproveitar direito, e matar um pouquinho a saudade do Japão.

O que tem de bom na Liberdade? Tudo! Principalmente se você curte a cultura japonesa (apesar de China e Coréia também serem presenças fortes no bairro). Aí vai uma listinha básica do que você encontra por lá:

1. Decoração Tradicional

Fachada do Bradesco

Além das famosas lâmpadas vermelhas que enfeitam o bairro (essas da imagem que abre o post), você vai ver por todo o lado telhadinhos japoneses e decorações semelhantes aos templos budistas/xintoístas do Japão. Geralmente quando tem algum festival ou evento específico, o bairro também ganha decorações especiais.

Fachada do Itau

2. Comida

Comida

Desde os clássicos yakisobas, sushis e sashimis (que a gente encontra em qualquer lugar) até udon, gyoza, tempura e outras delícias da culinária oriental, feitos pelos próprios orientais (ou descendentes). Além dos restaurantes, na Liberdade você encontra diversos mercadinhos de produtos orientais importados. Eu e a minha companheira de viagem Alana não resistimos, compramos diversas guloseimas japonesas, chinesas e coreanas (algumas delas bem estranhas) e gravamos um vídeo parecido com o Crazy Asian Food Test. Vou postar em breve!

3 – Compras

Compras

Negócio da China, você vai encontrar todo tipo de artigos baratos, desde objetos de decoração, roupas, livros e revistas (dá pra comprar jornal japonês na banca, também!). Eu comprei um sobretudo meio chinês lindo por R$ 35! Esses darumas da foto eu levei para alguns amigos, ótimo souvenir.

Nos domingos, a praça próxima ao metrô da Liberdade fica cheia de barraquinhas de artesanato de todo o tipo.

4 – Japoneses! (E chineses! E coreanos!)

Japoneses (ou chineses) e japonezisses (ou chinezisses)

Eles estão por todos os lados! E falam sua própria língua entre si (desconfio que alguns apenas arranham o português). Dá quase pra se sentir no Japão de verdade, e eu ainda tive que me segurar pra não tirar foto de todas as criancinhas que via pela frente.

5 – Karaokê

Karaokê japa

Nada de Wando ou Roberto Carlos do karaokê do bar da esquina. Na Liba você vai poder finalmente cantar todas as aberturas do seu anime favorito ou músicas de bandas japonesas como Siam Shade, L’arc~en~ciel, Luna Sea e o que mais você quiser. O catálogo de músicas é gigante, mas tem um pequeno detalhe: está tudo em japonês! Então a menos que você leia um pouco de hiragana, é bom ter alguém que te ajude a achar as músicas no catálogo. Ah, e as legendas são todas em japonês, claro. O jeito é cantar as músicas que você sabe ou levar impressas as letras em romanji. Esse karaokê que nós fomos é o Porque Sim, ficamos na menor sala (para 10 pessoas) e pagamos R$ 40 a hora, indo com mais gente fica bem barato.

6 – Manifestações culturais

Manifestações culturais

Se você der sorte, ou se for em alguma data específica do ano, vai ver eventos especiais no bairro. No meu caso, presenciei a dança dos dragões comemorando o Ano Novo Chinês.

7 – Otakices

Otakices

Agora sim, o tópico que você provavelmente estava esperando! A Liberdade é quase como um grande evento de anime, não só pelas lojas: aqui é comum ver cosplayers andando pelas ruas. As lojas são recheadas de artigos da cultura otaku, além de coisas que não se vê em eventos comuns, como edições japonesas originais das séries. Esse mangá de Bleach eu comprei na Livraria Sol. No Sogo, você encontra figure actions, acessórios e objetos de todo tipo de anime.

Origami

Um tsuru pendurado e folhas de outono fajutas ao fundo… Mas tá valendo!

Anúncios

Um comentário em “Liberdade: um pedacinho de Japão no Brasil

  1. Nossa vc deu muita sorte em conseguir pegar a dança dos dragões eu morando lá no bairro vizinho nunca consegui. VC foi no Sogo A.D.O.R.O lá, domingo estou de volta em SP pra ficar um tempo lá estou até ansiosa depois desse de ler o blog ^^

    Adorei e fico feliz em saber que vc curtiu SP! :))
    Beijão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s